Nos últimos anos, muitas pessoas começaram a buscar alternativas on-line para bombar a sua marca e a produção de conteúdo digital teve um aumento significativo. Foi nesse contexto que o termo conteúdo humanizado se tornou popular entre os internautas. Mas, você sabe o que a expressão realmente significa? 

Como o próprio nome já revela, se trata de liderar um marketing humanizado, ou seja, com foco em um conteúdo que converse com as pessoas e as coloque no centro da sua estratégia de marca. 

É um conteúdo que entende o universo da buyer persona e propõe estimular e fortalecer o relacionamento entre o cliente e a empresa. Nesse tipo de conteúdo, os produtos e vendas massivas não estão no centro da estratégia, pois o propósito é gerar valor ao público. Afinal, conteúdos que não levam o consumidor em consideração tendem a perder relevância e passar despercebidos. 

Materiais superficiais estão cada vez mais perdendo espaço na internet. As pessoas querem interagir com conteúdos que se conectem com a sua realidade. Ao ter contato com a marca, o público quer sentir que aquilo foi feito para ele e, além disso, feito por alguém que entende as suas dores, sentimentos etc.

 

Na prática

Fazer um conteúdo humanizado requer estratégia e propósito, mas não é nenhum bicho de sete cabeças. Confira cinco dicas que separamos para você se tornar expert nesse tipo de abordagem!

 

Quem é ela?

Além de conhecer a persona da sua marca, é necessário saber quem é a sua buyer persona, ou seja, o cliente ideal para a sua empresa. Entender quais são os seus sentimentos, dores, preocupações e desejos vai te ajudar na construção de um conteúdo que converse com o seu público. 

 

Era uma vez

Invista num storytelling eficiente para a sua marca. A arte de contar histórias é fundamental no marketing, afinal, elas fazem parte da trajetória humana. Contar uma boa história é  muito importante para se conectar com o seu cliente. 

 

Falando à beça

A linguagem usada pela sua marca é essencial no processo de conexão com o cliente. Entendendo quem é o seu público e qual é a história que você vai contar, fica muito mais fácil adotar uma linguagem que converse com esses dois universos. É importante que ela seja adequada e faça sentido para o seu público. Após definir todas as características do tom de voz da sua marca, lembre-se: elas devem aparecer em todo tipo de conteúdo criado, ok?

 

Cara a cara

Engaje o seu público. As redes sociais são sinônimo de relacionamento e consideradas uma das maneiras mais assertivas de se relacionar com o cliente. Por meio delas, é possível compartilhar conteúdos que reforcem os valores da marca e conversem com o público, além de mantê-lo engajado. Por isso, não deixe as interações de lado: elas são um excelente termômetro.

Agora que você já sabe o que é conteúdo humanizado e qual a sua importância, por que não repensar a estratégia da sua marca e impulsioná-la no meio on-line? Temos um time incrível que está pronto para te ajudar nessa missão. Vamos lá?

 

Levar a sua marca para o on-line pode gerar bons resultados. O relacionamento com o público e concorrentes pode ser alavancado com o que você posta na internet. 

Mas, estar nos meios on-line requer atenção: você deve planejar como a sua marca vai se comportar e entender profundamente o que o seu público fala é essencial. Surfar nas ondas dos memes e gírias da moda nem sempre é uma boa ideia. Por isso, é importante que a sua comunicação esteja em sincronia com o nicho e consumidor da sua marca.

É por meio de estudos e análises que as marcas criam “personagens”, que refletem o consumidor ou a própria empresa. Elas são chamadas de personas, e se dividem em Brand e Buyer Persona.

Quer saber o que é e pra que serve cada uma? Vem com a gente:

 

Brand persona

Toda marca precisa de um tom de voz e um jeito específico para expressar seus valores. É traçando essa identidade verbal que se comunicar e se aproximar do seu público se torna uma tarefa muito mais fluida.

Brand persona se refere a qual é a cara da sua marca: se ela fosse uma pessoa, como essa pessoa seria? Como uma pessoa normal, a brand persona também pode se modificar com o tempo. Ele deve englobar tudo o que a sua marca representa, a sua essência e o que a sua marca quer transmitir para o público.

A brand persona ajuda o time de marketing a se comunicar com o público: seja nas redes sociais, no SAC ou via e-mail, a ideia é ter um norte pra isso. É importante que a sua brand persona seja levada em consideração em todos os pontos de contato com o cliente. Isso irá fortalecer o seu posicionamento.

 

Buyer persona

Conhecer profundamente o público-alvo da sua empresa é essencial para montar uma estratégia assertiva. 

Embora sejam parecidos, buyer persona e público-alvo são termos diferentes. De um modo geral, a buyer persona sintetiza o seu cliente ideal. Diferentemente do público-alvo, que se refere às características gerais dos consumidores de uma marca, ela é muito mais detalhada, trazendo as principais dores do cliente. Por sintetizar os principais traços do seu consumidor, ela vai guiar toda a sua estratégia de Marketing Digital.

 

Por onde começar?

Criar as personas é apenas a primeira etapa para que a sua estratégia de Marketing Digital dê certo. E, para isso, você pode contar com o nosso time de especialistas!

 

Gestão de conteúdo on-line, campanhas criativas de Volta às Aulas, filtros para o Instagram… Aqui na Ecco, contamos com um portfólio gigante — e muito do nosso trabalho percorre caminhos que vão além das redes sociais.

Fica por dentro de alguns serviços que a gente também faz por aqui (e temos resultados incríveis):

 

1_ Identidade visual

Quando uma empresa nos procura com o desafio de criar uma nova identidade visual, mergulhamos em referências, acionamos as nossas habilidades mais criativas e damos início a um trabalho super inovador.

 

2_ Landing pages

Seja para campanhas ou para divulgar algum serviço, te ajudamos no planejamento e criação da sua LP, conectando ainda mais você e o público.

 

3_ Marketing de influência

Os influenciadores digitais são o caminho perfeito para que a mensagem da sua marca chegue ainda mais longe, né? Trabalhamos há mais de 10 anos com marketing de influência, fazendo um trabalho incrível durante esse tempo!

 

4_ Impressos

Catálogos, revistas e press kits: desdobramos materiais impressos bem completos para a sua empresa.

 

Podemos te ajudar na missão de escolher a melhor estratégia para os seus negócios. Vamos conversar?

 

Nos últimos dois anos, o mundo presenciou muitas mudanças. Foi preciso se reinventar e encontrar novas maneiras de nos relacionarmos com o meio e com o outro. 

Neste contexto de mudanças em ebulição, o marketing ganhou uma nova notoriedade, afinal, com o distanciamento social e as restrições que ultrapassavam as barreiras físicas, usar os meios digitais para divulgação de produtos ou serviços era a maneira mais eficiente de crescer a sua marca. 

De olho no cenário para o próximo ano, separamos quatro tendências que vão movimentar o marketing digital em 2022:

 

1_ Conteúdo em forma de vídeos curtos

A popularização do TikTok e a febre dos vídeos curtos estão transformando a maneira como produzimos e consumimos conteúdos — dentro e fora das redes. Conteúdos neste formato farão parte da estratégia de comunicação de qualquer marca em 2022.

 

2_ Social selling

Sinônimo de relacionamento com o consumidor, as redes sociais estão ganhando mais um propósito: ser um canal de vendas. Se antes as pessoas usavam o Instagram e Facebook para conhecer novas marcas e salvar inspirações, hoje elas enxergam as redes como um canal de compra também.

 

3_ User generated content (conteúdo gerado pelo usuário)

O consumidor quer ver, ouvir e saber a opinião de pessoas reais em relação a serviços e produtos. Por isso, as recomendações de influenciadores digitais (e não personalidades famosas), estão ganhando cada vez mais destaque pelos usuários. O conteúdo gerado por eles é considerado pelos consumidores no momento da compra. 

Com isso, a participação de usuários na estratégia de comunicação é uma tendência que ganha força no próximo ano.

 

4_ Eventos híbridos

Mesmo com a volta de encontros presenciais, o on-line ainda estará presente no que diz respeito a shows, palestras etc. As marcas investirão cada vez mais na tecnologia por trás de eventos on-line, a fim de aperfeiçoar a experiência do usuário. 

 

Aqui na Ecco, estamos sempre de olho nas principais tendências de comunicação. Pronto para levar a sua marca a outro nível no próximo ano?

 

Em 2021, a Passarela nos contatou para um novo projeto: lançar o reposicionamento da marca. Nesta nova fase da Passarela, cores vibrantes, um quê mais despojado e muita inspiração guiam a comunicação da marca. Se antes a preocupação era apenas vender a moda, agora a questão é outra: a Passarela quer mostrar que quem tem o estilo e o brilho é o consumidor. Ela só ajuda você a brilhar.

 

 

Para construir uma ponte ainda mais sólida com o público, a campanha contou com modelos inspirados em pessoas comuns e cenários cheios de vivacidade no shooting da ação. Além disso, foram planejadas ações com influenciadores que refletem a nova diretriz da marca, como Nah Cardoso e Niina Secrets.

 

 

Seguindo um planejamento de comunicação alinhado com o novo posicionamento da marca, conteúdos para TikTok, rádio, YouTube, Facebook, Instagram, Google e PDVs também ganharam destaque durante a campanha.

 

 

Para coroar o lançamento do novo posicionamento, cuidamos para que o vídeo manifesto refletisse a essência da nova Passarela: jovem, acessível e moderna.

 

 

E como sabemos que o trabalho de comunicação é sempre uma constante, sugerimos outras ações, como uma super live de Black Friday no Instagram da marca, que rendeu o maior número de acessos no site.

 

 

Em entrevista para o portal Grandes Nomes da Propaganda, o nosso diretor executivo Carlos Costa, responsável pela ação, comenta que “a campanha foi pensada para integrar virtudes que já são patrimônios da marca com uma visão de mercado com foco no cliente. Demos corpo e alma para a nova personalidade sem nos desfazer dos assets já consolidados e, claro, sem virar as costas para o passado. Na prática, a Passarela mostrou que continua honrando a sua história de mercado”. 

 

Ficha técnica

Marketing Passarela: André Ciasca, Gabriela Castellani e Raphael Máximo Atendimento: Thaís Macena
Planejamento: Carlos Costa, Iago Euzébio e Ísis Vasques
Redação: Vinícius Honório
Mídias Sociais: Nathália Torres e Débora Franco
Mídia: Marcelo Freire
Direção de Arte e Fotografia: Marcus David
Designers: Caio Santos de Moraes e Ana Paula Maldonado
Fotógrafo: Caio Versolato
Assistente: César A. do Santos
Videomaker e edição: Welber Luiz
Short vídeos: Débora Franco
Assistente de Produção: Talita Nato
Beleza: Bianca Megda
Figurino: Jung Wan Lamberti
Modelos: Ana Damski, Ana Martins, Marina Truzzi, Bryan Suzart, Guilherme Paredes, Larissa Sampaio, Marcus Vinicius Dias (Rock MGMT)

 

Hoje, todo mundo que trabalha com marketing sabe que relacionamento é fundamental para o crescimento das marcas e que o melhor caminho até ele é o uso das redes sociais.

Mas a grande pergunta é: por que e como usar o arsenal de recursos que as redes sociais nos oferecem para atingir nossos objetivos?

 

Interaja, interaja e interaja

É tudo sobre relacionamento, certo? Então use e abuse das ferramentas que as plataformas oferecem, como enquetes, caixinhas de perguntas e testes nos stories para criar conexões. Os recursos são excelentes pra interagir com o público e ainda criar um relacionamento duradouro nas redes.

 

Planejamento é tudo

Você sabia que a maioria das redes sociais oferecem uma ferramenta de agendamento de postagens? Isso é ótimo para planejar os posts com calma, seguir o calendário e construir conteúdos que convertem.

 

Solta o play

Vídeos são a onda da vez. Conteúdos no TikTok e Reels, por exemplo, podem impulsionar ainda mais o engajamento nas redes. Afinal, são uma ótima maneira de divulgar um conteúdo de forma rápida, dinâmica e interativa.

 

Comunicação para todos

Estar nas redes sociais é ter em mente que você tem nas mãos a oportunidade de se comunicar com o maior número de pessoas possíveis. Então, por que não fazer um conteúdo acessível à maioria das pessoas?

Quase todas as redes sociais oferecem recursos de legendas automáticas para vídeos e textos alternativos, por exemplo.

 

Então bora explorar essas ferramentas?

No Instagram, usar as ferramentas nativas da plataforma mostra que você está sempre atento às novidades da rede social e, por isso, o algoritmo vai te dar aquela ajuda no alcance do conteúdo.

Além disso, quanto mais pessoas interagem com as postagens, as plataformas entendem que o seu conteúdo é relevante, portanto merece ser distribuído para mais pessoas. É a partir daí que o seu vídeo vai parar no For You do TikTok, por exemplo.

 

Num contexto em que a gente recebe milhares de informações nas redes sociais e internet, como se destacar e se diferenciar para chamar a atenção do usuário? 

Antes de tudo, é importante ressaltar: não existe receita exata. Aqui na Ecco, acreditamos que, além de uma estratégia traçada com atenção, a criatividade é a cereja do bolo. É ela que vai dar o diferencial e impulsionar a sua marca para brilhar em meio às outras. 

Com um time bem completo e talentoso, unimos estratégia, planejamento e muita criatividade para criar campanhas de volta às aulas que vão além do óbvio. Olha só o que já fizemos por aqui:

 

STABILO: Promo dos Sonhos

Uma STABILO gigante, um montão de canetas dentro dela e a chance de ganhar prêmios incríveis: seria esse o sonho de todo STABILover?

Foi a partir dos desejos mais profundos dos fãs da marca que surgiu a campanha Promo dos Sonhos.

Tudo aconteceu em torno do desafio de adivinhar quantas canetas tinham dentro da STABILOna. Além disso, cada participante teve a oportunidade de concorrer a um kitzão da marca por meio de sorteios semanais.

O resultado da campanha foi um sucesso e foram mais de 89 milhões de pessoas impactadas

 

CiS: Compartilhe suas Cores

O monocromático era tendência: no YouTube, bombavam os vídeos de influencers ostentando seus materiais escolares de uma cor só. Pensando nisso, levamos a magia das cores para uma campanha que gerasse identificação, conexão e, claro, muita diversão.

Não existia uma pessoa louca por papelaria nas redes que não desejasse o prêmio: um superkit de materiais da CiS que vinham numa caixa que explode (isso mesmo, explosão de cores!).

Foram 457.740 acessos ao site da campanha e, no Instagram, o número de pessoas impactadas pela ação ultrapassou a casa dos 4 milhões.

 

uni-ball: Segue o baile

Para entender o público da marca em 2020, mergulhamos no universo dos jovens e suas rotinas aceleradas. Percebemos que estudos, música, signos e muitos rolês dominavam o dia a dia deles. Então pensamos: por que não unir tudo isso numa campanha de volta às aulas super estilosa? Assim, conversaríamos com o nosso público e ainda daríamos muito destaque à marca.

Demos sequência em um ensaio numa casa noturna bem famosinha de SP, publicamos postagens e ações com influenciadores nas redes sociais e organizamos um site repleto de testes rápidos e infos sobre as canetas. 

O resultado? Mais de ​​20 milhões de impactos.

 

SESTINI + Capricho: Meu Crush Perfeito

Para coroar a parceria entre a Capricho e a Sestini, foi lançada uma coleção de mochilas, pochetes, necessaires e estojo voltada ao público adolescente, reunida em 12 linhas diferentes.

Meu Crush Perfeito mostra que, não importa qual seja o seu estilo, a Capricho te acompanha em qualquer lugar. Todo mundo tem o seu mozão e os produtos da coleção são o crush perfeito para te acompanhar.

A campanha contou com filtro personalizado para o Instagram, posts nas redes sociais, vídeos nos TikTok, ação com influenciadores e uma landing page recheada de testes, interações e informações sobre cada linha. 

A campanha impactou, no total, mais de 133 milhões de pessoas.

 

Lepok: Volta às Aulas 2020

Se pensar numa campanha diferente durante o Volta às Aulas é um desafio, por que não levar esse desafio como ponto de partida para uma ação?

A gente sabe que comprar na Lepok é sempre muito divertido. Por isso, criamos pequenas brincadeiras para os influenciadores agitarem as redes sociais da papelaria. Comprar de olhos vendados, escolher todo o material em menos de 1 minuto… Tudo isso fez parte do nosso planejamento.

A campanha foi um sucesso e os resultados foram bastante promissores. No total, alcançamos a marca de 59 milhões de pessoas impactadas.

 

Que tal bater um papo com a gente e desenvolver uma campanha de Volta às Aulas muito mais interessante? 

 

*Por Isis Vasques, diretora executiva da Agência Ecco

 

A publicidade, mais do que nunca, está muito presente nas redes sociais. Recentemente o Instagram anunciou que a ferramenta reels vai aceitar anúncios, sendo uma boa oportunidade para as empresas brasileiras, já que encontrar novas maneiras de promover marcas e produtos são sempre bem-vindas, principalmente com os recursos disponibilizados nas redes sociais de forma gratuita.

Segundo pesquisa da Opinion Box, sobre hábitos de Instagram dos brasileiros, o Brasil é o 2º país em número de usuários de Instagram, atrás só dos Estados Unidos. E 82% seguem alguma marca ou empresa. De fato, esse é um bom lugar para atingir mais usuários que vão contribuir para o crescimento da sua marca e com formatos inovadores e criativos.

Comportando vídeos de 3 a 30 segundos diretamente dentro do aplicativo, o reels funciona de uma maneira que naturalmente já o destaca: no aplicativo existe um atalho exclusivo para que o usuário explore os vídeos do reels, permitindo assim que ele chegue a uma base maior de usuários, conquistando pessoas que ainda não conhecem a sua marca.

Com essa nova proposta, existem inúmeras vantagens para as marcas e empresas mergulharem nessa nova ferramenta. Por ser nova na plataforma, os algoritmos do Instagram trabalham para que o reels atinja ainda mais usuários do que os outros formatos (como os posts estáticos), tendo um maior alcance de público.

Sendo um conteúdo curto e criativo, eles acabam gerando automaticamente mais engajamento. As pessoas comentam e compartilham os que acham interessante ou se identificam, tendo grandes chances de se tornar um vídeo viral, que acaba percorrendo grupos e até mesmo aparecendo em outras redes sociais.

Além disso, estamos em uma era em que a conexão sincera e objetiva com o público se torna cada vez mais importante. Por isso, fazer parte das trends do momento com vídeos descontraídos, é essencial para que as marcas falem a linguagem do público e fiquem cada vez mais presentes na memória.

Caso a marca não tenha pessoas para aparecer e gravar os vídeos, podem procurar influenciadores digitais do seu nicho para isso. Eles já têm uma desenvoltura para esse formato e com certeza são uma ótima opção para comunicação com o público final.

Deste modo, se o público for adepto das redes sociais, com certeza ele estará consumindo conteúdos no reels. A novidade é uma grande oportunidade de sair na frente da concorrência. Manter-se atualizado é o segredo para que consiga aproveitá-la a favor da empresa, além de contar com auxílio de uma equipe especializada. Prezar por uma equipe com pessoas mais jovens também é muito vantajoso, já que esse público costuma ser bem atualizado das novidades desse universo tão amplo que é a internet.

 

*Por Carlos Costa, Diretor Executivo da Agência Ecco

 

No início de julho, o head do Instagram, Adam Mosseri, veio a público e anunciou que a rede social não é mais oficialmente uma plataforma apenas de compartilhamento de fotos. Frente ao crescimento do TikTok, as novas mudanças no aplicativo do grupo Facebook vão focar em vídeos, compras, trocas de mensagens e criadores de conteúdo. Mas não é de hoje que o Instagram tenta mudar conforme a concorrência.

Voltemos um pouco no tempo. Quando surgiu, o aplicativo trouxe uma proposta que nenhuma outra plataforma explorava, o engajamento social por meio de publicações de fotos. Nas atualizações seguintes, lançou os vídeos. Em seguida, boomerangs e time-lapses, assim como inclusão de músicas e integração com apps como o Spotify. Tudo isso marcou uma era de liderança em inovação. Com a chegada do Snapchat, Mark Zuckerberg tentou comprá-lo, mas sem sucesso, o que o levou a lançar a funcionalidade de stories. Na sequência, veio a ascensão do TikTok e, também, o nascimento do Reels.

Algumas mudanças anunciadas pelo head são relativas à produção e divulgação de conteúdo em vídeo dentro do aplicativo. Agora, a ferramenta dará prioridade a vídeos que geram entretenimento, e, no feed, poderão aparecer vídeos de pessoas que o usuário ainda não segue. Assim, podemos esperar algumas mudanças na forma de assistir aos vídeos: o Instagram deve preparar uma interface mais amigável para aqueles gravados apenas no celular e para conteúdos em tela cheia. Além disso, a plataforma pretende ajudar os criadores de conteúdo a ganhar dinheiro, já que a aba de vendas está no radar para possíveis investimentos.

Gostando ou não dessa conduta, não dá para ignorar as mudanças indicadas. Mas, com tantas novidades e propostas, fica o desafio para as marcas aproveitarem as novas diretrizes para se manterem relevantes nas redes sociais. Abaixo, algumas dicas podem ajudar a criar uma base de transição.

1) Vídeos: se até hoje a marca ainda não investiu na produção de vídeos, ela está atrasada. A construção de um planejamento de conteúdo deve privilegiar os vídeos.

2) Estética simples: não é um problema que as produções sejam mais “caseiras”, isso torna tudo mais crível e honesto para o usuário. Mas, atenção: caseiro não é sinônimo de descuido, a marca deve focar em muito estudo e treino para alcançar a produção de bons resultados.

3) Respeitar cada plataforma: as redes sociais possuem características e necessidades diferentes que trarão audiência, seja o formato da foto, o tempo do vídeo, edição, entre outros. Um vídeo pensado para Instagram pode não performar bem no TikTok (e vice-versa), assim como não adianta pensar que basta criar um vídeo em uma ferramenta, salvar e replicar em todas as redes. No Instagram, os algoritmos privilegiam a entrega de conteúdo criado com suas ferramentas nativas. Por isso, os conteúdos devem ser produzidos exclusivamente de acordo com cada plataforma.

4) Planejamento: planejar as pautas e editoriais ajuda no trabalho e pode facilitar o acesso do usuário às informações. Uma comunicação clara faz com que o público seja mais fiel. Nesse caso, também é importante a disponibilidade para ações de oportunidade que dialoguem com o público, como abordar um tema que está em alta naquele momento.

5) Conhecer a audiência: é importante saber o que o público gosta de consumir, o que faz com que ele continue acompanhando a marca, e até mesmo o que não está o agradando.

6) Entretenimento é essencial: a tendência exportada pelo TikTok poderá agora determinar o sucesso no Instagram. Vídeos sisudos e com foco mais no produto do que no usuário não terão vez. Claro, se isso não for natural para a personalidade da marca, ela não deve tentar forçar a barra, mas fazer pequenas adaptações — e começar introduzindo novos conteúdos gradualmente.

7) Critérios: para gerar conteúdo de marca que funcione, é preciso verificar se ele é engraçado, útil ou inspirador. Não precisa ter check nos 3 itens, mas se não for nenhuma das opções, será necessário estudar e planejar.

8) Cocriações: às vezes, mais importante que saber fazer, é ter o contato de quem sabe. E não tem problema nenhum nisso. A marca deve pensar de forma estratégica em como gerar conteúdos com criadores que já fazem isso melhor e há mais tempo.

 

Leia também o artigo publicado na Revista AZ Magazine, Administradores.com e Meio & Mensagem.

 

Mais do que nunca, a publicidade está presente nas redes sociais. A novidade da vez é que o Instagram passará a aceitar anúncios na ferramenta Reels, o que torna uma boa oportunidade para as empresas brasileiras promoverem seus produtos e serviços de uma maneira mais descontraída. Pesquisa sobre os hábitos dos brasileiros no Instagram, realizada pela Opinion Box, revela que 82% dos usuários da rede social seguem alguma marca ou empresa.

Segundo Isis Vasques, diretora executiva da Agência Ecco, a novidade é uma grande oportunidade para as companhias saírem na frente da concorrência. “Marcas que possuem um público bastante adepto nas redes sociais precisam ficar de olho, pois certamente eles estão consumindo cada vez mais conteúdos no Reels. De fato, esse é um bom lugar para atingir mais usuários que vão contribuir para o crescimento do seu negócio”, avalia. “Por isso, sempre saliento a importância das empresas estarem antenadas e ter o auxílio de uma equipe especializada. Contar com um time de pessoas mais jovens também é muito vantajoso, já que esse público costuma ser bem atualizado das novidades no universo da internet”, complementa.

Comportando vídeos de 3 a 30 segundos diretamente dentro do aplicativo, o Reels funciona de uma maneira que naturalmente já o destaca. “No aplicativo existe um atalho exclusivo para que o usuário explore esses vídeos, permitindo assim que ele chegue a uma base maior de usuários, além de alcançar pessoas que ainda não conhecem a sua marca”, explica a executiva da Agência Ecco.

Para auxiliar as empresas a explorarem melhor o Reels, Isis Vasques preparou uma lista com dicas e vantagens sobre a sua utilização. Confira:

 

1. Maior alcance

Por ser uma ferramenta nova na plataforma, os algoritmos do Instagram trabalham para que o Reels atinja ainda mais usuários do que os outros formatos, como os posts estáticos.

 

2. Destaca conteúdos relevantes

O Instagram sempre envia para a aba “explorar” conteúdos que o algoritmo entende ser interessante. Portanto, os Reels têm grande potencial de aparecer nessa seção por ser uma ferramenta nova favorecida pelo próprio aplicativo.

 

3. Conexão com o público por meio de trends

Estamos em uma era em que a conexão sincera com o público se tornou cada vez mais importante. É essencial que as marcas falem a linguagem do seu público. Com o Reels, é possível entrar nas trends do momento e criar vídeos de forma mais descontraída.

 

4. Parcerias com influenciadores

O Reels é um queridinho dos influenciadores digitais. Se a marca e/ou empresa não tem uma pessoa para aparecer e gravar os vídeos, é possível procurar influenciadores do seu nicho para realizá-los. Como eles já possuem uma desenvoltura para esse formato, certamente são uma ótima opção para se comunicar com o público final.

 

5. Aumento do engajamento e possibilidade de efeito viral

Por ser um conteúdo curto e criativo, os Reels acabam gerando automaticamente mais engajamento. As pessoas comentam e compartilham os que acham interessante ou se identificam. No caso de um conteúdo contar com alto engajamento, há grandes chances de se tornar um vídeo viral, sendo compartilhado em grupos do WhatsApp e até mesmo aparecendo em outras redes sociais.